31/03/2014 | Autor: Igor Abade V. Leite | Categoria: Pessoal | Comentários

Minha experiência na Apple Store e na Microsoft Store

(UPDATE 01/04/2014: Eu voltei na Apple Store no dia seguinte.) Ontem estive na Microsoft Store e na Apple Store no shopping aqui em Bellevue. Amigos sempre me falaram sobre a experiência estelar que é o atendimento a clientes da Apple, então achei legal compartilhar como foi a minha experiência.Eu vim do Brasil com meu Surface 2 e com o iPhone 5s do Victor Cavalcante pra trocar - os dois foram comprados em Novembro/2013 e ambos estavam com defeito. Fui primeiro na Microsoft Store. Sou recebido na porta por uma atendente simpática que logo se oferece para me ajudar. Disse que tinha um Surface com problema para trocar. Quando mostrei a ela o recibo da compra, ela notou que tinha sido comprado em novembro e me avisou que o prazo máximo para troca era de trinta dias. “Poxa, mas é que eu moro no Brasil e levei o Surface para lá… Só voltei para os EUA agora! Não tem nada que possa ser feito mesmo?” “Espera um pouquinho” ela disse, e foi falar com a gerente. Volta a gerente junto que, de novo, me explica que o prazo de troca é só de trinta dias, mas ela vai ver o que consegue fazer. Saem as duas mais uma vez. Enquanto isso, eu já estava me conformando com a ideia de voltar com o Surface bichado para casa. Dali a dez minutos, aparece a atendente com uma caixa FECHADA de Surface e com um sorriso de satisfação no rosto me diz “conseguimos!” Assinei o comprovante de troca, entreguei meu Surface e levei um novinho em folha! Até os brindes (200GB de SkyDrive OneDrive, um ano de Sype) vieram junto. Saí de lá mega-satisfeito com o atendimento que recebi. Hora de ir pra loja da Apple. Chegamos lá e ninguém nos recebeu. Tivemos que sair procurando algum atendente. Chegamos perto de um, que nos virou as costas para falar com outra pessoa. Nem mesmo um “só um instante que já falo com você.” Fomos atrás de outra atendente e dissemos que tínhamos uma troca pra fazer. A resposta dela? “Encosta naquela mesa ali e espera atrás daquelas pessoas que chegaram primeiro. Vou achar alguém para vir falar com vocês.” Dez minutos depois aparece um atendente para trocar o iPhone. Mostro o recibo e, tal como na Microsoft, ele me diz que o prazo de troca é de trinta dias. “Poxa, mas é que eu moro no Brasil e levei o iPhone para lá… Só voltei para os EUA agora! Não tem nada que possa ser feito mesmo?” “Não, sinto muito. Essa é a política global para todos os produtos Apple. Não há nada que eu possa fazer a respeito. Posso ajudar em alguma outra coisa?” “Eu entendo, mas… Eu acabei de chegar do Brasil! Não tinha como trocar antes…” “Sinto muito, senhor. Posso ajudar em mais alguma coisa?” Pois é, aos amigos que me disseram que o atendimento a clientes da Apple é espetacular: vocês foram bem atendidos assim porque estavam comprando. Voltem lá agora para trocar seu hardware com defeito depois do prazo de trinta dias e voltem a falar comigo. Ah, e antes que alguém diga que eles “não têm obrigação de trocar depois do prazo”: a Microsoft também não tinha, e ainda assim trocou meu Surface. ;-) Um abraço, Igor